Olá 2 de Paus,

Antes de tudo, adoro imenso o vosso site super bom.

Sou de Angola e então já podem imaginar que o vosso público está a aumentar. Muito sucesso!!!

O que tenho para contar (ou melhor, desabafar) é o seguinte:

Meu namorado terminou comigo e justificou-se dizendo que ele não era saudável para mim e todas aquelas histórias de novela. Sofri muito com isso.

Depois de algum tempo, ele veio com conversas e ares de que estava arrependido e queria voltar. Conversamos e as coisas ficaram no seu lugar, pronto, voltamos.

Um mês depois, por um desentendimento que tivemos, ele terminou novamente e, desde então isso só me tem incomodado/magoado à cada dia que passa. Senti-me usado, talvez o melhor termo seja MANIPULADO, sinto-me tão melancólico sei lá.

E também, não guardo rancor nem tão pouco tenho coisas entaladas na garganta para lhe dizer.

Não tenho amigos gays e evito muito dar nas vistas. Também não quero viver um cenário de ter 4, 5, 6 e não sei quantas pessoas, não gosto disso. Ou será que eu é que talvez deva ser mais aberto?

Voltando ao assunto, ele é tóxico demais pra mim e eu só quero esquecer e seguir em frente. O problema é que parece que a cada dia só o amo mais ainda e isso está a frustrar.

Já não sei o que fazer, sinceramente , AJUDEM-ME :/

.

É um prazer enorme saber que pessoas de outras nacionalidades estão lendo o 2 de Paus, obrigado pelo carinho. <3

Relacionamentos destrutivos são mais comuns do que se imaginam. A pessoa que mais deve ser valorizada em sua vida é você mesmo, não é? Não ache que seus sentimentos são exagerados, sem importância ou tendenciosos; ao não ficar à vontade no relacionamento, quer dizer que o outro indivíduo não está sendo bom para você. Distancie-se dele e ponto final. Isso ainda é válido se identificar as seguintes situações:

  • Sentir-se desvalorizado pelo(a) parceiro(a);
  • Sentir-se ofendido;
  • Não ter as suas necessidades respeitadas;
  • Não ter as regras criadas na relação seguidas;
  • Perceber ações egoístas, grosseiras, mesquinhas e impensadas vindas dele(a).

No caso, você, leitor que escreveu a carta, já definiu seu relacionamento como tóxico. Coloque-se em primeiro lugar. O melhor a se fazer é cortar as relações com seu ex. A culpa do relacionamento não ter dado certo é dele e não sua.

Terminar o relacionamento algumas vezes não ser fácil. Normalmente vem acompanhado de dor, se assemelhando muito aquela sentida quando alguém morre. A galera normalmente passam por algumas fases (que podem ser vistas aqui), mas, ao final, o processo de aceitação chega.

Quanto a ficar com várias pessoas, se você não curte, não acho que deva forçar-se a isso. Não há nada errado em pegar vários, mas só se você está afim de viver isso.

Já em relação aos amigos, é sempre bom ter alguns para conversar. Se houverem gays no meio desses, melhor, pois assim podem compartilhar dúvidas e experiências. Um meio bom de conhecer pessoas é através da internet, como grupos no facebook e aplicativos de relacionamentos. Mas, claro, tenha cuidado ao conhecer essa galera pessoalmente, conhecendo-os assim em locais públicos para a sua segurança.

480d8937-7bac-45a6-bcd8-f3ea64b8ee5f

Fica bem! Qualquer coisas estamos aí. Beijos!

.

.

.


11113385_644036665701228_6297936390572303543_o

Confira a loja virtual do 2 de Paus 

.

About The Author

Henrique Assis

Henrique Assis, mais conhecido como Magoo - por não enxergar muito bem sem seus óculos -, é um típico leonino narcisista que pegaria a si mesmo se um dia cruzasse consigo em uma dessas baladinhas alternativas. Com 25 anos e formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade Católica de Brasília, trabalha como designer e é apaixonado por arte. Todo tipo de arte, mas principalmente se ela for relacionada com peladeza e sacanagem.

Related Posts